Espaço da Mente
Espaço da Mente

Sintomas Somáticos

Perturbação de Sintomas Somáticos

O fenómeno de somatização refere-se à representação de queixas somáticas consequentes de causas psicológicas sendo atribuídas pelos indivíduos como uma causa orgânica.

O diagnóstico principal nesta classe de diagnóstico, Perturbação de Sintomas Somáticos, tem como base a manifestação de sintomas e sinais positivos – sintomas somáticos gerados de mal-estar, pensamentos, sentimentos e comportamentos anormais em resposta aos sintomas, do que a ausência de uma explicação médica para os sintomas.

Vários fatores podem contribuir para a Perturbação de Sintomas Somáticos. Estes incluem as vulnerabilidades genética e biológica (p. ex. aumento da sensibilidade à dor), experiências traumáticas precoces (p. ex. violência) e aprendizagem (p. ex. falta de reforço de expressões não somáticas de mal-estar), assim como normas culturais/sociais que desvalorizam ou estigmatizam o sofrimento psicológico quando comparado com o sofrimento físico.

Etiologia dos sintomas

As pessoas com Perturbação de Sintomas Somáticos por norma têm sintomas múltiplos que são gerados por stress ou que resultam numa disrupção significativa da vida quotidiana. Os sintomas podem ser específicos (p. ex. dor localizada) ou inespecíficos (p. ex. fadiga). Devem especificar-se: com dor predominante, persistência dos sintomas e a gravidade (ligeira, moderada e grave).

As pessoas que manifestam esta perturbação, experienciam mal-estar que está focado sobretudo nos seus sintomas somáticos e na atribuição do significado. Os aspetos cognitivos englobam a atenção focada nos sintomas somáticos, atribuição de sensações corporais normais a doença física, preocupação acerca da doença e medo de que qualquer atividade física possa lesar o próprio corpo. Os aspetos comportamentais relevantes que estão associados podem incluir a verificação repetida do corpo para características anormais e a procura repetida de ajuda médica.

Critérios de diagnóstico da Perturbação de Sintomas Somáticos, segundo o DSM-V (guia para classificação de doenças mentais):

  • Um ou mais sintomas somáticos gerados de mal-estar
  • Pensamentos, sentimentos ou comportamentos excessivos relacionados com os sintomas somáticos ou associados a preocupações de saúde, pelo menos um dos seguintes:
    • Pensamentos desproporcionados e persistentes acerca da gravidade dos próprios sintomas
    • Níveis de ansiedade persistentemente elevados relacionados com a própria saúde ou com os sintomas
    • Consumo de tempo ou energia excessivos dedicados a estes sintomas ou preocupações de saúde
  • Apesar de qualquer um dos sintomas somáticos poder não estar continuamente presente, o estado de estar somático é persistente (mais de 6 meses).

A qualidade de vida fica comprometida, a incapacidade é marcada e, muitas vezes, persistente. Tenha ou não explicação médica, a verdade é que o sofrimento das pessoas é autêntico.

Caso manifeste sinais/sintomas, não hesite em procurar ajuda.
Marque uma consulta online

Marque uma consulta online

Fevereiro 2024
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
29
30
31
1
2
5
6
7
8
9
12
13
14
15
16
19
20
21
22
23
26
27
28
29
1

Contactos

É verdade que as emoções negativas são aquelas que geram maior angústia e torna-se complicado ver o lado bom das coisas, mas essas podem ter um propósito.

- Resumindo a Mente -

Outros Tratamentos

Tratamento

Depressão

Tratamento

Ansiedade

Fatores de Stress
Tratamento

Fatores de Stress

Tratamento

Alterações Do Sono

Tratamento

Terapia de Casal

Espaço da Mente

O Espaço da Mente é um espaço onde pode procurar ajuda e estratégias de forma a alcançar o seu bem estar mental e emocional. Todas as intervenções vão ao encontro de maximizar o funcionamento do indivíduo e minimizar o sofrimento psicológico suscitado por problemas psicológicos.

Membro efetivo na Ordem dos Psicólogos Portugueses (OPP) Cédula Profissional: 24337
Este estabelecimento encontra-se registado na Entidade Reguladora da Saúde.

Deixe a sua mensagem ou questões: