Vidro

Os primeiros registos do aparecimento do vidro, atribuídos aos Fenícios, datam de 5 000 a.C. no final da Era Mesolítica.

Em Portugal, há registo da existência de pequenas oficinas de vidro desde o Séc. XV. 

Podemos associar o empalhamento de vasilhame e a produção de vidro, a uma alteração da indústria. Antigamente uma peça de vidro, tinha de passar de geração em geração, ao contrário dos dias de hoje, em que o vasilhame é de utilização única. O empalhamento servia para proteger as peças de vidro, sobretudo garrafas e garrafões.