Espaço da Mente
Espaço da Mente

Alterações do Sono

Alterações do Sono

As alterações do sono, sendo considerado um mecanismo homeostático, tem um papel fundamental no equilíbrio físico e psicológico da pessoa, que determina de forma significativa a qualidade de vida.

Atualmente, por diversas razões, as perturbações do sono têm vindo a aumentar. Sendo o sono uma função biológica fundamental, na sociedade contemporânea o estilo de vida tem conduzido a uma diminuição progressiva no período de sono. 

As perturbações do sono são influenciadas por mecanismos neurobiológicos, no qual o sistema nervoso central submete-se a diversas mudanças dinâmicas, durante o sono, coordenadas pelo proencéfalo e protuberância, mediadas por neurotransmissores. Deste modo, a monitorização do sono é crucial para a prática clínica, uma vez que, a perturbação do sono é, frequentemente, um sintoma precoce de uma perturbação mental. A alteração do sono conduz com frequência várias doenças psiquiátricas, como: a depressão major, episódio maníaco, perturbação de ansiedade generalizada e perturbação de stress pós-traumático.

O sono normal...

Todas as pessoas devem cuidar do sono, pois encontra-se envolvido em vários processos fisiológicos importantes, nomeadamente: na consolidação da memória, na conservação de energia e promoção de processos anabólicos, na plasticidade cerebral e no restauro metabólico do cérebro, “desintoxicação” do cérebro, etc.

Insónia

A insónia acaba por ser a queixa mais frequentemente reportada, caracterizada pela dificuldade em adormecer, qualidade reduzida do sono e/ou dificuldade em permanecer a dormir em circunstâncias adequadas. A insónia provoca mal-estar clinicamente significativo, tendo um impacto negativo na saúde física e psíquica das pessoas, causando elevados prejuízos sociais. Vários fatores podem influenciar o aparecimento da Perturbação de Insónia, como: disfunções a nível psicológico e social, medicação, alterações fisiológicas, idade, género, condições de trabalho, fatores ambientais e comportamentais.

Consequências da Insónia:

  • Alterações da função cognitiva
  • Aumento do risco de acidentes
  • Diminuição da qualidade de vida
  • Variações do humor e do comportamento
  • Vontade de dormir durante o dia
  • Agravamento de doenças psiquiátricas e outras patologias

Consequências da Insónia:

O seguinte modelo explicativo da insónia acaba por delinear como a insónia surge de forma aguda e como se poderá tornar crónica.

Existem determinados fatores que desencadeiam a insónia, nomeadamente: a idade avançada e todo o conjunto de patologias associadas ao envelhecimento; pessoas com ansiedade e depressão; e características da personalidade.

Acontecimentos de vida geradores de stress. A maioria tem um impacto emocional significativo na pessoa, originando ansiedade e preocupação, como por exemplo: o desemprego, as dificuldades económicas, conflitos laborais, etc.

Relacionam-se com um conjunto de maus hábitos de sono. Uma situação frequente é o aumento do tempo de permanência na cama face ao habitual, na tentativa de compensar a noite anterior mal dormida, o que conduz a alterações no ritmo do sono. As sestas, na tentativa de compensar a sonolência diurna, decorrente da noite mal dormida. A utilização de estimulantes durante o dia, como é o caso do café, para combater a sonolência e a ingestão de álcool à noite ou a utilização abusiva de indutores de sono, são fatores que também contribuem para o agravamento e a manutenção da própria insónia.

A classificação da insónia pode ser classificada de acordo com vários critérios. O período de duração da insónia leva a que se divida em insónia aguda ou crónica. A insónia aguda ocorre durante um período geralmente inferior a um mês, estando associada a um fator de stress. Por sua vez, a insónia crónica tem uma duração superior a um mês, afetando pelo menos a três noites por semana. O período de ocorrência da insónia permite dividi-la em: inicial – se ocorrer no início da noite; intermédia – se ocorrer a meio da noite; e terminal – acordar matinal precoce.

Relativamente ao tratamento da insónia, não farmacológico, a psicoterapia cognitivo-comportamental revela ser uma intervenção eficaz no tratamento da insónia.
Caso manifeste sinais/sintomas, não hesite em procurar ajuda.
Marque uma consulta online

Marque uma consulta online

Fevereiro 2024
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
29
30
31
1
2
5
6
7
8
9
12
13
14
15
16
19
20
21
22
23
26
27
28
29
1

Contactos

É verdade que as emoções negativas são aquelas que geram maior angústia e torna-se complicado ver o lado bom das coisas, mas essas podem ter um propósito.

- Resumindo a Mente -

Outros Tratamentos

Tratamento

Depressão

Tratamento

Ansiedade

Fatores de Stress
Tratamento

Fatores de Stress

Tratamento

Sintomas Somáticos

Tratamento

Terapia de Casal

Espaço da Mente

O Espaço da Mente é um espaço onde pode procurar ajuda e estratégias de forma a alcançar o seu bem estar mental e emocional. Todas as intervenções vão ao encontro de maximizar o funcionamento do indivíduo e minimizar o sofrimento psicológico suscitado por problemas psicológicos.

Membro efetivo na Ordem dos Psicólogos Portugueses (OPP) Cédula Profissional: 24337
Este estabelecimento encontra-se registado na Entidade Reguladora da Saúde.

Deixe a sua mensagem ou questões: